História

EM outubro de 1736, Rodrigo Alves Carneiro recebia uma data de terra no rio da Pedra Preta, depois riacho Pajeú, que não denominou, apenas, uma propriedade, mas uma determinada zona, dividida em fazendas e plantios. Durante o século XIX possuía vida rural, serena e pacata. Os trabalhos da Estrada de Ferro Central do Rio Grande do Norte provocaram o adensamento populacional nas áreas do trajeto, animando o pequeno comércio, facilitando o escoamento da produção para o litoral e cidades intermediárias. A estação ferroviária foi inaugurada a 14 de novembro de 1913. Pedra Preta teve crescimento lento, mais sem pausa de retrogradação.

Zica